Adoção de Animais na Quarentena

Pense bem antes de adotar um animal na Quarentena!

Sabemos o quanto essa Quarentena tem mexido com nossa rotina, com as nossas relações e com a nossa cabeça. E o COVID pôs às rotinas de quem está em isolamento um tempo em casa que ninguém que trabalha ou estuda fora estava acostumado a ter. A convivência cotidiana com os nossos e com nós mesmos 24 horas por dia pode deixar muitos de nós carentes, sensíveis e mesmo profundamente sozinhos. No entanto, cachorros, gatos, ou qualquer outro animal, são vivos, tem suas personalidades e, acima de tudo, suas necessidades: que vão desde o pipi num lugar indesejado até a grande necessidade de atenção. É aí que mora o perigo: passada a quarentena, de volta às nossas rotinas, aquelas mesmas em que reclamávamos da profunda falta de tempo para qualquer coisa, o novo bichinho não desaparece. É importante ressaltar que as necessidades dele também não. Ter um animalzinho com você nesses dias de frio e solidão pode criar elos de dependência que você deverá arcar pós pandemia: mesmo na sua fase de adaptação a sua vida que há meses você não tinha; o tempo que você não tinha. E aquela viagem desmarcada? Aquele fim de ano aguardando ansiosamente pelo fim do isolamento social (que todos queremos e muito)? Aquele novo amigo, fofo, que serviu terapeuticamente em seus meses de pandemia, isolamento e insegurança não pode ser mais um entre tantos que, adotados ou adquiridos como “presente”, como “produto”, são descartados à míngua!

Um “animal de estimação” carrega em seu nome o que ele deve ser: objeto da nossa ESTIMA. Do nosso afeto. Deve transformar nossas rotinas e a gente, lá dentro, quando descobrimos que cuidar de um pet é uma doação, uma entrega, uma troca. E amor não se usa. Se exerce. Por amor, não adote pela pandemia. Adote somente se estiver disposto a essa viagem, gratificante, mas sem volta, da amizade de verdade.

About the author: AOPA - Associação Ouropretana de Proteção Animal

Organização Não Governamental (ONG), sem fins lucrativos. Nós da Associação Ouropretana de Proteção Animal (AOPA) realizamos um trabalho de sensibilização junto à população e às autoridades no sentido de assegurar o bem estar-animal, promovendo a adoção responsável, castração como meio de prevenção contra a superpopulação de animais domésticos evitando posterior abandono. Além de lutar por mudanças nas leis para punir quem maltrata, acumula ou os desampara à própria sorte. A nossa missão é atacar a causa de tantos maus-tratos animais. Incentivando somente o exercício da guarda responsável, doações responsáveis, encaminhando denúncias de maus-tratos, esterilizando os animais de rua e domésticos para que a longo prazo o problema seja amenizado, pelo menos. Muito está sendo feito, mas é um trabalho lento, carente de recursos e muito incompreendido. ONG afiliada ao Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal (FNPDA) desde julho de 2015. Registrada no CNPJ sob o número 23.099.642/0001-95.

Leave a Reply

Your email address will not be published.